ÁREAS DE INTERVENÇÃO

Acreditamos que toda a educação deve visar o desenvolvimento do ser humano, dentro do princípio sanador que o considera como um ser inteiro, integrado e integrador. Também acreditamos que todo o ser humano, como parte de um todo social e cósmico, quer consciente quer inconscientemente, quer interior quer exteriormente, exerce influência nesse todo, pela maneira como atua em relação a si próprio, aos outros e ao mundo em geral. A partir disto, definimos 3 áreas que norteiam o trabalho da Harpa:

educaçãoSegundo o paradigma da (auto) educação ao longo da vida, numa visão holística do desenvolvimento de capacidades ao nível do fazer, do sentir e do pensar, no sentido da busca da essencialidade humana, com base na visão antroposófica da vida e do homem. Integra a Escola do Jardim do Monte – jardim de infância, 1º, 2º e 3º ciclos e o Grupo de Marionetistas: Ao som da harpa

saudeSegundo o paradigma da salutogénese, cuja pergunta base deixou de ser “qual a origem da doença” – pathos genesis, para ser “qual a origem da saúde”, saluto genesis, entendida como um processo físico, psíquico e espiritual de harmonização do ser consigo próprio e com o mundo circundante. Integra trabalho na natureza, arteterapia, aconselhamento biográfico e massagem Pressel

ecologiaSegundo o paradigma da sustentabilidade ecológica, baseado no método biodinâmico da agricultura biológica, com o qual se pretende levar o homem a participar conscientemente num processo de regeneração e cura da Terra, enquanto organismo vivo, no seio do qual o indivíduo deve integrar o seu próprio processo de auto desenvolvimento. Integra a Quintinha da Harpa.

Cada uma destas áreas comporta formação interna e externa, assim como prestação de serviços à comunidade. Paralelamente oferecemos também formação interativa entre as várias áreas. Em qualquer dos âmbitos referenciados, privilegia-se uma metodologia ativa, auto reflexiva e participada de carácter biográfico, em que as componentes práticas e teórica se encontram indissociadas.