[maxtitle type=”3″]Gênese do Projeto[/maxtitle]

IMG_0879

A ideia de criar esta associação surgiu de um grupo de professores que trabalharam de 1993 a 2008 num projeto de intervenção pedagógica no distrito de Lisboa – o Projeto “Aprender a Aprender – um Recurso Educativo de Auto Formação” – acreditado pelo Conselho Nacional Científico-Pedagógico da Formação Contínua de Professores. Este projeto desenvolveu a sua atividade em escolas estatais do pré-primário ao ensino secundário, junto de alunos com dificuldades de aprendizagem e/ou inserção escolar e de professores que queriam refletir em conjunto sobre as sua práticas pedagógicas.

O trabalho realizado durante esses anos teve como finalidade desenvolver capacidades de aprendizagem ao longo da vida, numa abordagem biográfico-pedagógica, com objetivos propostos pelos próprios intervenientes, adequados às suas necessidades educativas e de auto desenvolvimento ao serviço do percurso de vida/escolar dos seus alunos.

Foi a evolução desse trabalho que levou o grupo a querer alargar essa intervenção a práticas de educação e auto educação onde aquelas mesmas necessidades pudessem ser respondidas fora do espaço físico da escola, num horizonte humano mais abrangente, mas integrando na mesma percursos escolares. Desde a sua fundação que a HARPA pretende oferecer propostas de trabalho, inspiradas na visão do Homem e da Vida , segundo a Antroposofia.

[maxtitle type=”3″]O que pretendemos[/maxtitle]

Ao longo da infância e adolescência, a falta de êxito na vida escolar origina falta de autoestima e de autoconfiança no processo de desenvolvimento da criança e do jovem, pela importância que o mundo  adulto atualmente lhe confere. Na maioria dos casos, daí decorre uma rejeição social generalizada, ou pelo menos uma desvalorização pessoal, sendo o desaire escolar entendido pela criança e pelo jovem como fracasso global da sua vida.

A ausência da antevisão de um projeto de vida, integrador das necessidades de auto realização pessoal, familiar e profissional, leva a um esvaziamento progressivo de sentido no desempenho de funções em qualquer desses âmbitos, fator de deterioração da saúde emocional, mental e mesmo física, que pode determinar exclusões dramáticas no seio da sociedade humana.

Em tais situações, o individuo necessita de ser ajudado a reler a sua história de vida, reencontrando nela novos sentidos e eventualmente renovadas capacidades, que lhe permitam vislumbrar-se como pessoa que pode caminhar para o seu próprio futuro, (re) construindo-o.

No intuito de servir o desenvolvimento integral do ser humano, enquanto indivíduo único, sujeito e objeto do seu próprio processo evolutivo, pretendemos ajudá-lo a tomar consciência do seu potencial para que se torne capaz de construir um projeto de vida com sentido na sua biografia.

Atuamos em diferentes áreas ligadas ao desenvolvimento de capacidades que possam responder a essas necessidades evolutivas junto de crianças, jovens e adultos, através de um trabalho adaptado a diferentes idades que suscitem o diálogo interior, para que o rumo que cada um escolher seja o que de mais nobre nele habite, assim como o diálogo com o(s) outro(s) e com o mundo à sua volta, para que nele encontre o lugar onde a marca da sua nobreza possa ficar impressa.

Oferecemos espaços educativos que possibilitam experimentar “estares” e “fazeres” que ajudam à descoberta do Ser e do Mundo, reconhecendo e valorizando culturas de origem como fator de identidade/universalidade.